O número de casais que querem ser pais e não conseguem, tem vindo a aumentar… As causas são diversas e de origem variável, o estilo de vida que se leva, a alimentação, os hábitos sociais, a ansiedade, stress e naturalmente, causas fisiológicas, todas estas variáveis podem de facto adiar ou até impedir, o sonho de ter um  bebé.

No séc III,Wang Shu He no Mai Jing (“clássico dos pulsos”), descrevia a esterilidade feminina, e posteriormente Sun Simiao, no Qian Jia Yao Fang (prescrições valendo 1000 moedas de ouro”), diferenciava a esterilidade primária (falta de filho) da esterilidade secundária (descendência interrompida).

Os médicos chineses já há milhares de anos atrás, quando uma mulher não conseguia ter filhos não ignoravam a hipótese da esterilidade ser de origem masculina. Defendiam que num homem o pulso ser ténue, fraco e ao mesmo tempo rugoso significava esterilidade. Assim como “Se os Rins dele estiverem vazios, e se a essência destes for fraca, não podem provocar a concepção…” Xue Lizhai (1486-1558)

No entanto tanto no Oriente como no Ocidente, chegou-se à conclusão que as consequências de infeções genitais representavam o motivo principal para as esterilidades, que na concepção chinesa, se dividem em concepção clássica da esterilidade feminina, quando falamos de deficiências congénitas e em esterilidade por obstrução tubária onde agrupamos as modificações patológicas adquiridas.

Deficiências Congénitas

São denominadas as cinco “não feminilidades”

Luó- Dobras em espiral no orifício vaginal

Wen- Estreiteza da vagina (franzido)

Mai- Amenorreia primária

Gu- Constrição do orifício vaginal, como se não houvesse orifício

Jiao- Clitóris longo demais

Luó, Wen, Gu e Jiao são consideradas pelos médicos chineses, patologias inacessíveis à farmacologia e acupuntura e dependeriam de técnicas cirúrgicas ocidentais. Quanto à “Mai” é possível ter uma ação terapêutica uma vez que se conseguiu estabelecer uma relação entre a menstruação e a fecundidade.

Modificações Patológicas Adquiridas

As causas destas esterilidades podem ser reunidas nos tipos, plenitude e Vazio

Tipo vazio

Rins no estado de vazio

Sangue em estado de vazio

Baço em estado de vazio

Tipo plenitude

Mucosidades-Umidade

Calor do sangue

Congestão do fígado

Do ponto de vista clínico, e segundo a Medicina Tradicional Chinesa, para aumentar a fertilidade feminina, deve ter em atenção os rins em estado de vazio, o sangue em estado de vazio, a congestão do fígado e as mucosidades-umidade. Do ponto de vista terapêutico, deve dar uma grande atenção às condições de vida, ao trabalho, à actividade física, à higiene sexual e ao mental.

( Acupuntura Em Ginecologia E Obstetrícia, B. Auteroche-P.Navailh, P. Maronnaud-E.Mullens)