dieta alcalinaAlimentação alcalina, dieta alcalina ou alimentos alcalinos, são expressões que começam agora  a fazer parte das conversas dos Portugueses. Na verdade, este tipo de alimentação é já uma escolha de diversas celebridades, como a Victoria Beckham, a Jennifer Aniston, o Robbie Williams a Gwyneth Paltrow ou bem mais perto, a jornalista Dina Aguiar.

A dieta alcalina pressupõe um estilo de vida e uma abordagem à saúde diferentes, ela baseia-se na ingestão de alimentos com uma baixa acidez e outros alcalinos. Na verdade, e como tenho vindo a referir o equilíbrio é a chave da beleza, da saúde e do bem-estar, e a alimentação não é excepção.

Uma alimentação correcta é de facto a maior prevenção contra doenças, e um dos grandes motivos é a sua influência no PH do sangue. O sangue é responsável por levar os alimentos a todas as células do corpo, o seu PH está entre 7,36 e 7,42 , logo levemente alcalino. Com o que ingerimos e também com o que sentimos, as nossas emoções, o PH do sangue vai ser alterado. Se este ficasse levemente ácido, 6.90,  podíamos entrar em coma, se ficasse alcalino, 7.8. provavelmente sofreríamos espasmos, convulsões irritação severa.

Por estas razões, o sangue está constantemente a compensar os exageros que cometemos na alimentação e no nosso modo de vida stressante, sedentário, e nervoso, com o objetivo de manter o seu PH equilibrado. A alimentação dos dias de hoje é maioritariamente ácida, e deveria ser 80% de alimentos alcalinos e 20%ácidos, isto é 4 alimentos alcalinos para 1 alimento ácido.

Os vírus, as bactérias, os fungos, a enfermidade, prolifera melhor em meios ácidos, a doença, o cancro, não crescem em meios alcalinos, daí a importância da alimentação e do equilíbrio do PH do sangue.

Alimentos Alcalinos

Muito Alcalinos: Cebola, alho, sumos de vegetais, salsa, bróculo, limão, melancia, lima, manga,mamão, óleo de oliva, chá de ervas, água com limão

Alcalinos: Abóbora, feijão verde, beterraba, alface, abobrinha, batata doce, tâmara, figo, melão, uva, kiwi, pêra, maça, amora, passas, leite materno, amêndoas,  chá verde, óleo de linhaça comestível, melaço de arroz

Pouco Alcalinos: Cenoura, tomate, milho verde, cogumelos, repolho, ervilhas, azeitona, nabo, couve-flor, laranja, banana, cereja, pêssego, abacaxi, milho doce, lentilhas, quinoa, queijo e leite de soja, queijo e leite de cabra, castanha Portuguesa, castanha do Pará, coco, avelã, chá de gengibre, óleo de canola, mel natural centrifugado a frio

Alimentos Ácidos

Pouco Ácidos: Espinafre cozido, alguns tipos de feijão, ameixa, sumos de fruta processados, pão de centeio, arroz integral, pão de trigo, fígado, peixes, ostras, iogurte, ovos, creme de leite, manteiga, queijo fresco, sementes de girassol, sementes de abóbora, toucinho, margarina, óleo de girassol, chá cacau

Ácidos: Batata sem casca, vários tipos de feijões, fruta enlatada, cereja azeda, arroz branco, milho, trigo, centeio, aveia, peru, galinha, carneiro, leite cru, castanha de caju, pistache, café, vinho, açúcar branco, açúcar mascavado, maionese, mostarda, vinagre, geleias, melaços,

Muito Ácidos: Sumos de fruta com açúcar, ameixa seca, pão branco, trigo, massas assadas, biscoitos, pizza, esparguete, carne de vaca, carne de porco, mariscos, sorvetes, pudim, queijo, leite homogeneizado, amendoim, cerveja, bebidas alcoólicas, refrigerantes, chocolate e adoçante artificial.