colesterol bom e mauChama-se colesterol bom ao HDL, que deve ser encontrado no sangue com níveis iguais ou superiores a 60 mg/dl, para garantir uma boa saúde. Se o colesterol HDL se encontrar abaixo dos 40mg/dl, o risco da pessoa poder vir a sofrer uma doença cardiovascular aumenta.

Se os níveis de colesterol HDL forem muito elevados, não existe qualquer problema para o organismo, contribuindo até, para a proteção do coração. No entanto, ter o HDL baixo, não é de todo bom para a saúde, e o pior é que não origina sintomas. A pessoa pode suspeitar, que tem o colesterol HDL baixo, se tiver obesidade abdominal, fizer uma alimentação rica em açucares e gorduras e for sedentário.

O colesterol HDL designa-se por “bom” colesterol, porque retira o excesso de colesterol para fora das artérias, impedindo o seu depósito e diminuindo a formação da placa de gordura.

O colesterol LDL, é designado por “mau” colesterol, porque pode-se depositar nas artérias e provocar o seu entupimento. Na verdade, quanto maior o nível de LDL no sangue, maior a probabilidade de ter doenças como a aterosclerose, angina de peito, enfarte, acidente vascular cerebral (AVC ) ou doença arterial periférica respetivamente.

Muitos fatores podem contribuir para o aumento do colesterol, como tendências genéticas ou hereditárias, obesidade, atividade física reduzida e a mais comum a alimentação.

Na verdade o grande responsável pelo crescente problema do aumento de colesterol “mau” da sociedade moderna, é a dieta seguida, cada vez mais rica em gorduras e açucares. No entanto, também existem alimentos que diminuem o colesterol, um deles bem apreciado no verão, os tremoços.