psoriase2Muita gente sofre desta doença de pele, que por vezes é muito grave. A face visível da doença, traduz-se pelo aparecimento de placas de pele em escamas brancas, com bordos avermelhados. Esta pele vai descamando e caindo, causando muito embaraço e vergonha a quem padece de psoríase.

Sabe-se que a psoríase é afetada por variados aspectos da nossa vida, como o stress, as emoções, a alimentação, infeções, o sol e até o cansaço. E se há vezes, em que pouco se manifesta, há outras, em que o seu aspecto causa um forte estigma social, até porque muita gente ainda pensa que a psoríase é contagiosa.

A medicina convencional, acredita que esta doença não tem cura, mas a medicina Chinesa traz esperança a quem padece de psoríase, pois afirma poder tratá-la  com sucesso.

Na verdade, para a medicina chinesa, a psoríase surge de um desequilíbrio entre, energia e sangue, que se manifesta ao nível da pele, mas que pode evoluir para outros tecidos e/ou formas, como a artrite psoriática.

O que contribui para este desequilíbrio, são as emoções, que comprimem o ambiente energético interior, os alimentos, ou mesmo as características internas do organismo, ao nível dos meridianos e das energias do rim e  do fígado.

Com plantas medicinais, acupuntura, dietética, ginástica energética e tui na (massagem), o desbloqueio e harmonização do organismo é possível, tratando assim a psoríase.

No inverno a psoríase agrava, e é muito importante manter uma boa condição energética e respiratória, para evitar gripes e constipações que vão interferir com a energia do pulmão, que segundo a medicina chinesa, rege a pele.