insoniaProblemas de sono, como a dificuldade em adormecer ou o acordar e não voltar a adormecer, são cada vez mais frequentes e se bem que no passado atingiam quase sempre pessoas na idade adulta, hoje em dia e infelizmente, os problemas de sono começam também a atingir crianças e jovens em tenra idade.

A falta de descanso que  um sono relaxado e revigorante oferece, têm consequências muito negativas na saúde em geral, afeta os relacionamentos humanos, e interfere significativamente, diminuindo a capacidade de raciocínio, e a memória.

Na verdade, o descanso do nosso corpo e mente é essencial para conseguirmos ter uma vida com saúde, o cansaço, a irritabilidade a sensação de que tudo à nossa volta é “cinzento”, desaparece ou atenua com um bom sono reparador. Não é por acaso que se diz “o travesseiro é o nosso melhor conselheiro…” Aliás até na pele, pelo seu brilho, tom, e rugas, se nota, quem consegue descansar o suficiente de um dia para o outro.

As causas para a insónia ou o mau dormir são várias desde a existência de doenças como as prostáticas no homem, a apneia do sono, ou as doenças cardíacas, as causas fisiológicas, como atividade noturna, o ruído o exercício físico intenso, o trabalho por turnos, as farmacológicas como o excesso de cafeína (através do café ou alguns chás), álcool, nicotina entre outras causas não menos importantes como o stress do dia a dia, a ansiedade, o luto ou a depressão.

Como acabar com a insónia

  1. Tentar estabelecer um horário regular para adormecer e acordar
  2. reduzir a intensidade da luz em casa 15 minutos antes de se ir deitar
  3. Evitar fazer refeições abundantes à noite
  4. A partir do meio da tarde, evitar bebidas com cafeína
  5. Promover o relaxamento, ouvindo música calma, lendo um bom livro
  6. Dormir na escuridão total, pode ajudar
  7. Fazer um pouco de meditação antes de dormir (5 a 10 minutos)

Estas medidas podem ser complementadas com soluções naturais à base de Valeriana, lúpulo, e melatonina. A Valeriana é utilizada para os casos de tensão, ansiedade e desordens do sono, o lúpulo possui uma ação sedativa e amelatonina, é uma hormona secretada pela glândula pineal no cérebro que mantem o ritmo adequado sono-vigília.

A acupuntura também revela tratamentos muito eficazes contra a insónia, picando tsubos importantes, que promovem o relaxamento e desbloqueiam energias necessárias ao equilíbrio da mente e do corpo. Os pontos de acupuntura aqui referidos são uma das várias hipóteses possíveis.

Tratamento da insónia por Acupuntura

Tsubos a picar: IG4; E27; BP1; BP5; BP7; B10; R1; R6; MC6; MC7; VB20; F2; VG12; VG19; VG24