Botox em gelA toxina Botulínica, comercialmente conhecida por Botox, é utilizada há muito tempo para fins medicinais. Na verdade, a sudorese excessiva, tratamentos de enxaqueca, problemas de estrabismo, transtornos musculares que levam à assimetria facial e outros casos clínicos, têm uma taxa de sucesso muito elevada.

Foi no entanto com a utilização do Botox na estética que este passou a ser mundialmente conhecido. O grande efeito do Botox é a paralisação muscular, evitando a contração dos músculos, sendo este um tratamento estético preventivo quanto à formação de rugas.

O Botox é um dos produtos anti-aging mais usados, e por ser a marca pioneira da toxina botulínica é a designação mais conhecida, no entanto outros laboratórios também a vendem a toxina mas com nomes diferentes como prosigne ou dysport.

A aplicação do Botox é feita através de agulhas de insulina e o liquido injetado causa um certo desconforto. Há inclusive zonas  do corpo onde a aplicação é algo dolorosa podendo ser utilizada uma pomada anestésica.

Por este motivo e porque muitas pessoas tem de facto aversão a agulhas, surgiram novos produtos com botox entre eles o Botox em gel, que surgiu nos EUA e cujos testes experimentais foram um verdadeiro sucesso. Claro que não podemos comparar o efeito do Botox em gel com o que é infiltrado na pele.

O Botox em gel  foi concebido essencialmente para as rugas superficiais como os pés de galinha, e as rugas finas que vão surgindo na face, no entanto em relação às rugas de expressão a sua ação é diminuta.

O que se tem visto das aplicações de Botox injectável, é que algumas pessoas abusam, e na verdade abusar do Botox não elimina apenas as rugas, acaba também com as expressões, uma vez que a aplicação consecutiva desta toxina vai causar um enfraquecimento muscular irreversível, deixando a pele rígida, sem elasticidade e sem brilho.