Não é fácil viver a padecer de psoríase. No Verão, pior ainda…Esta doença apesar de não ser de todo contagiosa, infelizmente nalguns casos suscita  reações de afastamento ou de perplexidade, no mínimo incomodativas para o doente.

Existem diversos tratamentos para a psoríase, no entanto não conheço nenhum que a elimine de vez. A Acupuntura é uma forma de tratamento eficaz, no entanto tem de ser feita com regularidade o que não é fácil hoje em dia, pois não há tempo nem dinheiro

Assim, temos de aproveitar o que nos é dado, pelo Universo, por Deus ou qualquer outro nome que queiramos chamar, e tratar a psoríase sem gastar dinheiro, através do Sol.

Segundo a JasFarma o sol é um tratamento gratuito para doentes com psoríase, de facto os raios UVB ajudam a pele a cicatrizar, a reduzir a inflamação e desaceleram a produção excessiva de células cutâneas que originam a tão inibidora escamação.

No entanto a exposição solar não pode ser excessiva nem sem proteção. Quem padece de psoríase e está em plena crise, não deve apanhar sol. Os climas quentes e húmidos tendem a piorar os casos mais graves, logo se puder escolha um destino de férias seco e quente.

Quero alertar que todos nós somos diferentes e nem todas as pessoas com  psoríase , apresentam melhoras com a exposição ao sol e é também preciso ter cuidado com a medicação que possa estar a usar, pois pode reagir com os raios UV e piorar a situação. Assim, questione o seu médico e ouça os seus conselhos :)