cabala.pngCada vez mais se ouve falar em kabbalah (cabala, kabbala, qabbala), cada vez mais ouvimos falar de famosos, bem sucedidos, que se tornaram seguidores e defensores desta filosofia de vida, é o caso de Madonna, Demi Moore, Gwyneth Paltrow, Daniela Cicarreli, Cláudia Jacques, e muitos outros. É natural, que a curiosidade e alguma abertura de mentalidades, faça com que queiramos saber um pouco mais acerca deste assunto.

Na verdade, a kabbalah, é uma filosofia esotérica que procura conhecer o universo e Deus. O seu objectivo é trazer à nossa vida a clareza, compreensão e liberdade, necessárias ao fim do caos, sofrimento e dor.

Basicamente, esta filosofia diz-nos que todos merecemos uma vida em grande, quero com isto dizer, que nascemos para sermos felizes, prósperos, abundantes, mas antes atingirmos este patamar último que tanto ansiamos, temos de merecer todas estas dádivas.

Como o fazemos? Não é nada fácil, envolve todo um processo interior, um trabalho espiritual, uma transformação ao nível da nossa essência e que temos de ser nós próprios a promovê-la. O trabalho consiste em libertarmo-nos do ego humano e criarmos uma ligação profunda com a essência de Deus. Na pratica, significa, acabar com o impulso que temos em reagir a tudo o que não gostamos ou que achamos que nos insulta, com agressividade física e/ou verbal ou então e pelo contrário acharmos que somos as maiores vitimas de tudo e de todos, das doenças que não nos largam, de uns pais que gostam mais da irmã enfim…temos e devemos libertar-nos da raiva crescente destes tempos, da inveja, da culpa da autocomiseração, em geral de todos os pensamentos negativos e promover, trabalhar, a nossa paciência, a compaixão a empatia o beneficio da dúvida perante reacções de outros que nos magoam ou encolerizam.

Lembre-se, que a vida é um boomerang, dê-lhe boas acções e acredite…a vida retribuir-lhe-á e será em dobro.